Inteligência emocional: Um construto científico?

Richard D. Roberts, Carmen E. Flores-Mendoza e Elizabeth do Nascimento


A inteligência emocional talvez seja o conceito psicológico mais popular do final do século XX. Rodeada mais de expectativa do que comprovação científica, a inteligência emocional não alcança, ainda, uma definição semântica e tampouco de validade psicométrica para que possamos considerá-la um tipo de inteligência. Com base em estudos recentes, o artigo apresenta uma reflexão crítica sobre a inteligência emocional e os instrumentos disponíveis para medi-la e aponta algumas direções para futuras pesquisas. Artigo original publicado em Revista Paidéia Link: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103863X2002000200006&script=sci_abstract&tlng=pt

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
WhatsApp-icone-3.png