Habilidades Sociais e Bem-Estar Subjetivo de Crianças Dotadas e Talentosas

Maria Luiza Pontes de França-Freitas, Almir Del Prette e Zilda A.P. Del Prette


O desenvolvimento socioemocional de crianças dotadas e talentosas ainda é objeto de controvérsias na literatura especializada. Este estudo visou avaliar a relação entre habilidades sociais e bem-estar subjetivo de crianças dotadas e talentosas e identificar o poder preditivo da primeira variável sobre a segunda. Participaram 269 crianças, de ambos os sexos, identificadas como dotadas e talentosas, de oito a 12 anos, que responderam a instrumentos padronizados de medida das habilidades sociais e de bem-estar subjetivo. Os resultados mostraram que um repertório elaborado de habilidades sociais está associado à percepção de maior bem-estar subjetivo, podendo inclusive predizê-lo, ou seja, aumentando a probabilidade de relato de afetos positivos, autoconfiança, autoestima e bom-humor, entre outros aspectos. Artigo original publicado em Revista Psico-USF Link: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1413-82712017000100002&script=sci_abstract&tlng=pt

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo