Demência fronto-temporal: aspectos clínicos e terapêuticos

Antônio Lúcio Teixeira-Jr e João Vinícius Salgado


A demência fronto-temporal é uma importante causa de demência no período pré-senil. Caracteriza-se por significativas modificações do comportamento e da personalidade, enquanto o funcionamento cognitivo avaliado por testes psicométricos tradicionais encontra-se relativamente preservado. Muitos pacientes buscam o psiquiatra em virtude dos sintomas comportamentais proeminentes, como apatia, desinibição e comportamentos perseverativos ou estereotipados. O tratamento racional da demência fronto-temporal é atualmente limitado. Os sintomas comportamentais são controlados principalmente por inibidores seletivos da recaptação de serotonina. Artigo original publicado em Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul Link: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-81082006000100009

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo